8.31.2016

Siga

E se, de repente, der aquela vontade
De parar o tempo e de respirar bem fundo
Oxigenando o cérebro e tentando pôr para fora
O que não serve mais ...
Então, respire, pare o tempo
E siga como se a vida estivesse à sua frente
E a caneta à sua mão
Como se descobrir fosse a palavra de ordem
E perceber
E acreditar
E cair e levantar-se mil vezes
Mas, nunca ficar ao chão
E aprender
Que nada vale a pena quando tira de você
O que de mais precioso você tem:
O simples poder de decisão.

Fer Perl©

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata por comentar e deixar um pouco de si através das palavras." Volte sempre! :-) / Thank you for commenting and leave a bit of yourself :-)